quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Professora de dança bebeu, dirigiu, e insultou, com racismo, um PM

Um verdadeiro fiasco! Uma professora de dança de 28 anos, moradora do Jardim América, se complicou na madrugada desta quarta-feira, em Maringá. O problema começou quando ela resolveu parar o carro no meio de uma rua próximo ao antigo aeroporto. Um policial que passava pelo local parou e pediu os documentos da motorista. Ela recusou e passou a ofender o PM, inclusive com insultos racistas. Foi solicitado o bafômetro que confirmou. Ela estava chapada. Quase 10 vezes acima do permitido que é de 0,10 miligramas de alcool por litro de sangue. O aparelho indicou 0,92. Como resultado: a prisão. A professora foi autuada em flagrante e além da embriaguez vai responder pelo crime de racismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário